Residência em Arquitetura e Urbanismo na Universidade de São Paulo

por | abr 18, 2022

EQUIPE EDITORIAL

COMPILAÇÃO E EDIÇÃO

Profa. Dra. Maria Cristina da Silva Leme (Org.)

Profa. Dra. Maria Lucia Refinetti Martins (Org.)

Giusepe Filocomo

Sofia Arrias Bittencourt

COORDENAÇÃO TÉCNICA

Giusepe Filocomo

José Tadeu de Azevedo Maia

Sofia Arrias Bittencourt

FAUUSP, 2018

Download do volume 1 (PDF | Português | 48Mb)

Download do volume 2 (PDF | Português | 51Mb)

Em novembro de 2016 realizou-se a formatura da primeira turma com 32 participantes do Programa de Residência em Arquitetura e Urbanismo: Planejamento e Gestão Urbana da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. O Programa, no âmbito da extensão, visa o aprofundamento do conhecimento especializado e da atuação social do arquiteto-urbanista através de atividades práticas e teóricas academicamente supervisionadas, nos moldes da Residência em Áreas de Saúde. A primeira versão, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de São Paulo, consistiu na participação em período integral, durante um ano, em atividades acadêmicas e trabalho prático no apoio à produção de Planos Regionais para as subprefeituras, de acordo com o Plano Diretor. Buscou assim, fomentar o diálogo multiescalar, entre o Plano, a Política Pública, a intervenção física e a gestão local de equipamentos ou serviço.

A presente publicação, em dois volumes procura resgatar um pouco dessa experiência, incluindo suas motivações, história, funcionamento e produtos.

Expressando o espírito de trabalho coletivo do programa, inicialmente são apresentados dois textos: um de autoria conjunta das coordenações do Programa na FAU e na SMDU. que contextualiza e relata a experiência, outro produzido pelo conjunto de residentes, apresentado como discurso de formatura, expressando e avaliando a experiência discente.

Em seguida, apresentam-se vinte e oito artigos, dois deles com dupla de autores, construídos pelos residentes em conjunto com seus orientadores. São os trabalhos finais (monografias) dos residentes, que traduzem sua imersão nas práticas municipais, agregando as percepções e críticas sobre esses processos à elaboração acadêmica.

Resultam em reflexões e sugestões que constituem sensível contribuição – ainda que preliminar – à qualificação de políticas locais e sua gestão. Expressam o “pisar o chão” das diversas São Paulos que formam a capital paulista.

Os trabalhos estão organizados segundo eixos temáticos, para facilitar a leitura e a compreensão das diferentes aproximações. Os eixos são complementares e associados, dado que todos os artigos se incluem nas grandes áreas do planejamento e gestão urbana.

O primeiro volume abrange aspectos que perpassam temas econômicos e de articulação institucional enquanto o segundo privilegia instrumentos urbanísticos, políticas urbanas e participação social.

A prática e as pesquisas desenvolvidas no âmbito do programa de Residência se deram em meio a espacos coletivos de debate. Neste sentido, inquietações e descobertas individuais encontram ressonância em trabalhos desenvolvidos por colegas e se expressam no conjunto aqui apresentado.