laboratório de habitação e assentamentos humanos

A Produção do espaço da moradia precária no Brasil: formação do pensamento crítico

 

O propósito deste projeto de pesquisa é de identificar, recuperar, informatizar e organizar para a divulgação, os trabalhos mais importantes escritos ou filmados sobre a produção do espaço da moradia precária, a partir do Congresso Nacional de Arquitetos de 1963 quando a primeira proposta de Reforma Urbana foi aprovada. Evidentemente muitas referências têm origem anterior a 1963 e deverão ser lembradas, mas o documento aí aprovado dá origem a todo um movimento profissional e social que ecoa até os dias atuais e por isso constitui um marco referencial.

 

 

 

 

Não se trata, portanto, de um simples cadastro, mas de um corpo de idéias e acúmulo de conhecimento analítico, teórico, empírico e propositivo, que terminou por constituir uma tendência entre os arquitetos e urbanistas ligados ao tema da moradia social e da segregação/inclusão social urbana. A pesquisa define esse conjunto de trabalhos, recupera-os para divulgação e analisa-os para buscar um fio condutor que possa caracterizar e dar unidade a essa produção intelectual e profissional. A divulgação dessa memória é uma das justificativas dessa pesquisa.

 

 

 

 

Em resumo, essa proposta de pesquisa trata da recuperação da memória de uma parcela da produção acadêmica (e correlata) relacionada à produção do espaço de moradia precária, que se faz acompanhar do processo de urbanização no Brasil.

 


 

 

 

labhab
rua do lago, 876
CEP 05508-900
55 11 3091 4647
labhab@usp.br