≡ Menu

Paulo Archias Mendes da Rocha

Formou-se arquiteto e urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1954.

Passa a lecionar na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo em 1961, em meio a um intenso debate social promovido por professores e alunos. Seus direitos políticos são cassados em 1969 e é proibido de dar aulas.

Retorna à Universidade apenas em 1980. Em 1998 torna-se professor titular de Projeto arquitetônico naquela escola, mesmo ano em que se aposenta compulsoriamente. Pertencente à geração de arquitetos modernistas liderada por João Batista Vilanova Artigas, Mendes da Rocha assumiu nas últimas décadas uma posição de destaque na arquitetura brasileira contemporânea, tendo sido galardoado no ano de 2006 com o Prêmio Pritzker, o mais importante da arquitetura mundial.

É autor de projetos polêmicos e que constantemente dividem a crítica especializada, como o do Museu Brasileiro da Escultura e do pórtico localizado na Praça do Patriarca, ambos em São Paulo.